Pular para o conteúdo

A noite escura da alma

A noite escura da alma

Em algum momento, a maioria de nós passa por um fenômeno conhecido como Noite Escura da Alma.

Enquanto alguns de nós procuramos alívio no pensamento religioso, outros procuram alívio na filosofia espiritual ou na psicologia, e ainda outros procuram alívio através do vício e de atividades externas entorpecentes.

O conceito de Noite Escura da Alma passou a ser utilizado de uma forma muito mais ampla. O que antes era um termo reservado para pessoas que passam por um despertamento na Jornada Espiritual, agora pode facilmente rotular qualquer coisa, desde alguns dias ruins e um período de depressão até a morte de um ente querido.

O que é a noite escura da alma?

A Noite Escura da Alma é um período de total desolação espiritual, desconexão e vazio em que a pessoa se sente totalmente separada do Divino. Aqueles que vivenciam a Noite Escura se sentem completamente perdidos, sem esperança e consumidos pela melancolia. A Noite Escura da Alma pode ser comparada a uma grave depressão espiritual (é um tipo de emergência espiritual ).

O conceito de ter uma Noite Escura da Alma existe há muito tempo e remonta ao século XVI, quando o poeta e místico católico São João da Cruz escreveu um poema intitulado “La noche oscura del alma (A Noite Escura da Alma)”

Escreveu São João:

Se um homem deseja ter certeza do caminho que está percorrendo, então deve fechar os olhos e viajar no escuro.

Algumas das perguntas mais pesadas que fazemos durante este período incluem, por exemplo: “Por que estou vivo?” “Por que as pessoas boas sofrem?” “O que é verdade?” “Existe um deus ou vida após a morte?” e “Qual é o sentido de viver?”

Noite escura e depressão – são a mesma coisa?

A Noite Escura da Alma não é o mesmo que depressão.

Embora a depressão compartilhe muitas de suas características com a experiência de ter uma Noite Escura da Alma, muitas vezes ela pode ser tratada e às vezes curada com medicamentos, terapia cognitivo-comportamental, práticas de atenção plena, mudanças no estilo de vida e assim por diante.

Além disso, a depressão muitas vezes tem as suas raízes em desequilíbrios químicos, biológicos e/ou padrões de pensamento pouco saudáveis, e muitas vezes surge como resultado de perda pessoal, doença mental, doença física, abuso, genética, e assim por diante.

No entanto, embora a Noite Escura da Alma não seja o mesmo que a depressão normal, ela pode ser considerada uma depressão espiritual.

Uma das maiores diferenças entre a depressão da Noite Escura da Alma e a depressão normal é que a Noite Escura é principalmente uma forma espiritual e existencial de crise que não pode ser tratada ou curada com terapia ou psiquiatria.

Portanto, aqueles de nós que atravessam a Noite Escura muitas vezes podem sentir uma sensação crescente de desesperança, desconforto e desespero à medida que descobrimos que ninguém pode nos salvar além de nós mesmos. Inevitavelmente, isso nos faz sentir ainda mais sozinhos, frustrados e confusos em relação ao mundo e a nós mesmos.

7 sinais que anunciam a noite escura da alma

A noite escura da alma

“ Qual é a diferença entre a noite escura e a depressão?” você ainda pode se perguntar.

Já no século XVI, o próprio São João da Cruz se esforçou muito para distinguir a Noite Escura da mera melancolia (depressão).

Afinal, os sintomas da Noite Escura da Alma não são tão diferentes da depressão. Mas embora a depressão seja psicológica/neurológica/biológica, a Noite Escura anuncia mudanças profundas que ocorrem dentro de nós, conhecidas como transformação espiritual.

Aqui estão 7 “sinais” de que você pode estar passando por uma Noite Escura da Alma:

  • Você sente uma profunda sensação de tristeza, que muitas vezes beira o desespero (essa tristeza é muitas vezes desencadeada pelo estado de sua vida, da humanidade e/ou do mundo como um todo)
  • Você sente uma aguda sensação de indignidade
  • Você tem a sensação constante de estar perdido ou “condenado” a uma vida de sofrimento ou vazio
  • Você possui uma dolorosa sensação de impotência e desesperança
  • Sua vontade e autocontrole estão enfraquecidos, dificultando sua ação
  • Você não tem interesse e não encontra alegria em coisas que antes o entusiasmavam
  • Você anseia pela perda de algo que não aconteceu; uma saudade de um lugar distante ou de “voltar para casa” mesmo que muitas vezes você nem saiba onde é realmente seu lar

A diferença fundamental entre a depressão normal e a depressão da Noite Escura da Alma é que a depressão regular é geralmente egocêntrica, enquanto a depressão da Noite Escura é de natureza filosófica e é acompanhada por reflexões existenciais como “Por que estou aqui?” e “Qual é o meu propósito?”

Além disso, quando a depressão termina, não há muitas mudanças em sua vida em termos de crenças, valores e hábitos. Porém, quando a Noite Escura da Alma termina, tudo em sua vida se transforma, incluindo valores e hábitos.

A Noite Escura e o Processo de Despertar Espiritual

Existem três maneiras pelas quais o Despertar Espiritual pode ocorrer:

A primeira está nas mãos mestres e lideres espirituais que nos guiam por este caminho, a segunda é através do impulso espiritual de pessoas espiritualmente maduras, e a terceira é espontaneamente devido à experiência de vida.

Os despertares espontâneos ocorrem de diversas maneiras: um diagnóstico terminal, velhice, uma experiência de quase morte, um acidente físico, a perda de um ente querido, um rompimento amoroso, depressão suicida ou a perda completa de sua fé religiosa.

A Noite Escura é um aviso, um presságio de mudança. Isso nos permite saber que não podemos continuar vivendo da maneira que temos vivido.

Essencialmente, a Noite Escura é um processo de abandonar sua antiga casa e sair em busca de uma nova. Compreensivelmente, este processo requer um enorme salto de fé no desconhecido, que pode ocorrer a um ritmo bastante repentino e assustador.

Num dia você está bem, e no outra está questionando tudo, clamando a Deus que te dê pelo menos um sinal de que você não está só ou do seu propósito de vida!

Mesmo que eu não te dê uma saída clara neste post de como sair desse processo, até porque é algo pessoal, quero que você entenda algo: você está em uma jornada iniciática de despertar e evolução!

Às vezes é preciso escuridão e o doce
confinamento da sua solidão
para aprender

qualquer coisa ou qualquer pessoa
que não te traga vida

é muito pequeno para você.

– “ Sweet Darkness ” de David Whyte

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *